Venha conhecer o novo stand (think) out no Centro Vasco da Gama

A marca de lembranças portuguesas está agora presente num dos mais importantes espaços comerciais da capital, com a sua gama completa de produtos e duas novas coleções. Lisboa, 10 de agosto de 2018 A (think) out, marca de lembranças com design nacional que recriam a iconografia e património cultural portugueses, passará a estar também presente […]

Recrutamento – Centro Comercial Vasco da Gama

A (think) out Portugal procura 2 colaboradores motivados e com espírito comercial para entrar na aventura de abrir uma Rising Store no Vasco da Gama Perfil: Gosto pelo atendimento ao público. Experiência na área comercial. Conhecimentos de Inglês (obrigatório). Disponibilidade para trabalhar aos fins de semana e com horários rotativos Função Atendimento ao público Consideramos […]

(think) out Portugal – Uma Rising Store

Portugal é um país de boas ideias e empreendedores jovens que querem marcar o mercado nacional e internacional. Cada vez mais, as grandes empresas aproveitam estes motivos para poderem criar oportunidades de negócio e ao mesmo tempo apoiar as ideias merecedoras.

Road Trip 2018 – Óbidos

E seguimos a nossa Road Trip rumo a Óbidos, uma vila medieval super catita e das mais bem preservadas em Portugal. “Suficientemente perto da capital e situada num ponto alto, próximo da costa atlântica, Óbidos teve uma importância estratégica no território. Já ocupada antes de os romanos chegarem à Península Ibérica, a vila tornou-se mais […]

Road Trip 2018 – Évora

ÉVORA, cidade histórica no coração do Alentejo, é herdeira de um rico e variado património cultural, construído e preservado ao longo do tempo. Fundada (ou refundada) pelo povo romano e por este denominada Ebora Liberalitas Iulia, a cidade foi a praça-forte que alicerçou, no Além-Tejo, a formação do novo reino de Portugal durante a Reconquista cristã peninsular do séc. XII.

O Eléctrico da Praia das Maçãs

Hoje desci de Sintra para a Praia das Maçãs. Segui a linha da minha infância até á praia. Lembrei-me dos domingos ás 8h da manhã ao chegar á praia e das patinhas das gaivotas a picar a areia. Lembrei-me do ar fresco da serra a descer e a criar um nevoeiro de Julho ao longo da viagem, encobrindo a linha do eléctrico. Lembrei-me de fazer o caminho do eléctrico desde a Vila até á praia.

Porque é que todas as mães são autênticas padeiras de aljubarrota

Isabel Fonseca saiu do trabalho depois de 8 extenuantes horas sentada a uma secretária a ouvir o chefe gritar e exigir. Pegou no carro, multado pela EMEL, e foi buscar os miúdos á escola. Um no Lumiar, outro em Benfica, e foi para casa.

Ao chegar viu a casa virada ao contrário, brinquedos em todo o lado, a televisão ligada desde a manhã, a roupa por passar, os miúdos a destrabelhar mais uns brinquedos que ainda não estavam no chão. Três gritos depois estavam a arrumar os brinquedos apressadamente, e “quando acabarem vão imediatamente tomar banho e vestir o pijama”, antes de pegar nas coisas para fazer o jantar.

Porque é que todas as mães são autênticas padeiras de aljubarrota?